Noite Swietojanska

Noc Swietojanska

A Noite de Kupała, chamada também de “sobótka” é uma antiquissima tradição de todos os povos eslavos relacionada com o solstício de verão e comemorada durante a noite mais curta do ano, ou seja de 21 a 22 de junho. É a festa do fogo, água, sol e lua, prosperidade, fertilidade, alegria e amor, que acontece nas terras habitadas por povos eslavos, mas também outros povos bálticos, germânicos e celtas. São acesas fogueiras por cima das quais as pessoas pulam para, simbolicamente, limpar e proteger de todo mal e toda desgraça. São feitas diversas brincadeiras e adivinhações. As moças fazem grinaldas com velas acesas que são colocadas nos rios. Se a grinalda for pescada por um garoto, significa que ela casará logo; se continuar flutuando – ela casará mas depois de um longo tempo; se a grinalda afundar, queimar ou atolar entre os juncos – o mais provável é que não conseguirá casar.
Em muitas regiões acreditava-se que, no período desde o equinócio da primavera até o solstício de verão, não era recomendado tomar banho em rios, córregos e lagos durante o dia. Já o banho tomado após o anoitecer ou antes do nascer do sol, curava diversos males, pois estava sob a influência mágica da lua.
As comemorações da Noite de Kupała começavam com o ascender do fogo ritualístico. Num lugar específico era enfiado no chão um pino de bétula e em cima dele era colocada uma roda de freixo com os raios embrulhados com palha besuntada de alcatrão. A roda era girada com tanta força, que pela fricção acabava ardendo. Então a roda era retirada e levada até as pilhas de madeira preparadas esperando para serem acesas.
Antigamente, os casamentos eram arranjados pelos mais velhos das famílias. A única maneira de conseguir um noivo que não fosse imposto, era na Noite de Kupała. As moças faziam grinaldas com flores e ervas de poderes mágicos e enfiavam nelas tochas acesas. Numa cerimônia com cantos e danças entregavam as grinaldas às ondas dos rios e dos córregos. Mais abaixo aguardavam os garotos que esforçavam-se para pegar as grinaldas. Quem conseguisse, voltava e ia até o grupo de moças para identificar a dona. Os casais, unidos desta forma, podiam ficar juntos sem temer estar ofendendo as tradições.
Era nessa noite também que os jovens procuravam nas florestas a lendária flor de samambaia que abria somente nessa noite do ano e devia trazer muita felicidade e prosperidade.
Essa era também a noite de ler a sorte de diversas plantas colhidas no mais completo silêncio.
A igreja não mediu esforços para transferir estas festas para a noite de São João, de 23 para 24 de junho, tirando assim o seu caráter pagão.

3 de Maio

A Constituição Polonesa de 3 de maio de 1791 (polonês: Konstytucja Trzeciego Maja) é considerada a primeira moderna constituição nacional codificada da Europa assim como a segunda mais antiga no mundo. Foi instituída por Ato de Governo (polonês: Ustawa rządowa) aprovada naquela data pela Sejm (parlamento) da República das Duas Nações. Ela foi idealizada para reparar defeitos políticos há muito tempo existentes na federativa República das Duas Nações e sua Liberdade dourada. A Constituição introduziu a igualdade política entre as "pessoas comuns" e a nobreza (szlachta) e colocou os camponeses sob a proteção do governo, para desse modo atenuar os piores abusos da servidão. A Constituição aboliu perniciosas instituições parlamentares como, por exemplo, o liberum veto, que havia colocado a sejm a mercê de qualquer deputado que pudesse votar, ou ser subornado por um interesse ou força estrangeira, desfazendo toda a legislação que tivesse sido aprovada por aquela sejm. A Constituição de 3 de maio buscou suplantar a anarquia existente nutrida por alguns dos magnatas reacionários do país, com uma monarquia constitucional igualitária e democrática.

Jan Matejko

A adoção da Constituição de 3 de maio provocou uma reação de hostilidade por parte dos vizinhos da República. Na Guerra em defesa da Constituição, a Polônia foi traída pela sua aliada a Prússia de Frederico Guilherme II e derrotada pela Rússia Imperial de Catarina, a Grande, aliada com a Confederação Targowica, uma conspiração de magnatas poloneses que se opuseram às reformas que poderiam enfraquecer suas influências. Apesar da derrota e a subseqüente Segunda partição da Polônia, a Constituição de 3 de maio influenciou os movimentos democráticos posteriores no mundo. Permaneceu, após o desaparecimento da República em 1795, pelos próximos 123 anos das partições polonesas, um ideal a ser atingido na luta para se conseguir o restabelecimento da soberania polonesa.

fonte internet

a 78 anos.. Getto

O Levante do Gueto de Varsóvia foi um ato de resistência no Gueto de Varsóvia, na Polónia em 1943, contra a ocupação nazi alemã. Nessa altura já se tinham dado os transportes da maioria dos habitantes do gueto. Cerca de 300 mil das 380 mil pessoas no gueto tinham sido levadas para o campo de extermínio de Treblinka, onde foram assassinadas imediatamente após a sua chegada, no final do verão de 1942. Os restantes habitantes do gueto sabiam agora o que os esperava e muitos deles preferiam morrer lutando, em vez de morrer numa câmara de gás. A revolta foi esmagada pelo Gruppenführer da SS (então apenas Brigadeführer) Jürgen Stroop

10 de abril

A 11 anos ......

96 pessoas, 

 

 

pol2 Lech Kaczynski10/04/2010 - O presidente da Polônia, Lech Kaczynski, morreu na queda de um avião, na região do aeroporto de Smolensk, no oeste da Rússia, informou o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Polônia, Piotr Paszkowski. Havia 97 pessoas a bordo, segundo as autoridades russas, e ninguém sobreviveu. Não há ainda informações precisas sobre as circunstâncias da queda da aeronave, um Tupolev TU-154, que decolou de Varsóvia. As autoridades locais informam que o avião caiu cerca de 1,5 km do pouso, durante manobra de aproximação ao aeroporto de Smolensk. O acidente ocorreu às 10h50 locais 

Zimba

Casa Snguszko Patrocina

Domingo de Ramos

A mais bela comemoração do Domingo de Ramos acontece na localidade Łyse, na região de Kurpie. A festa é tão famosa que atrai inúmeros turistas, tanto da Polônia, quanto do exterior; e com a sua popularidade foi enriquecida com eventos como feira de artesanato, feira de livros, exposições (incluindo a dos "ramos"), apresentações de grupos folclóricos e cozinha regional. Os ramos produzidos nessa região têm um caráter único, tanto pelo tamanho (entre 1 a 10 metros de altura), como pela maneira como é feito enrolando uma vara com plantas e enfeitando com flores de papel de seda e fitas. Esses ramos levam meses para ficarem prontos e o resultado são verdadeiras obras de arte: pequenas flores parecendo naturais, distribuídas de maneira a formar desenhos. Até hoje são utilizados a aveleira e o pinheiro para formar o esqueleto, e usa-se musgo, zimbro, buxo, teixo para encorpá-lo. Durante o Domingo de Ramos acontece um concurso, no qual são escolhidos os ramos mais belos, que depois podem ser admirados na exposição

fonte internet

Zimba

Casa Sanguszko 

O filme tem patrocínio da Casa Sanguszko da Cultura Polonesa, apoio do Itáu Cultural, Cinemateca Brasileira e TV Brasil. Zimba conta com idealização de Urszula Groska, roteiro de Joel Pizzini, Henry Grazinoli (Um Novo Capitalismo, Danado de Bom) e Reinaldo Mesquita (colaborador nas peças Vestido de Noiva dir. Eduardo Tolentino, A Terra Prometida, de Samir Yasbeck), pesquisa de imagens de Antônio Venâncio (Dossiê Jango, Senna, Cássia Eller, Chico: Artista Brasileiro), e consultoria de Aleksandra Pluta (autora polonesa da biografiade Ziembinski). Na direção, Joel Pizzini, um dos mais premiados documentaristas brasileiros, diretor dos filmes Mar de Fogo, Olho Nu, Mr. Sganzerla – os signos da luz, Anabasys, 500 Almas, Glauces, Caramujo-flor, entre outros. Realizou recentemente o documentário Rio da Dúvida, (inédito no circuito) sobre a expedição Roosevelt-Rondon, exibido na Mostra Internacional de SP em 2019.

SINOPSE

O filme aborda a trajetória artística e existencial do ator e diretor de teatro, Ziembinski, que ao denunciar o nazismo com a peça “Genebra” de Bernard Shaw é obrigado a fugir da Polônia.

Após sua fuga, chega por acaso, ao Brasil onde se encontra com Nelson Rodrigues e monta Vestido de Noiva (1943), que revoluciona as artes cênicas no país.

Narrado em primeira pessoa, a partir de vasto material de arquivo e com participações das atrizes Nathalia Timberg, Camila Amado e Nicette Bruno, o filme recupera performances de Ziembinski no cinema, novelas e teleteatros através de um diálogo cine-teatral.

Apelido carinhoso recebido no país que o adotou, "Zimba" celebra a arte e o ideário do primeiro encenador “brasileiro", criador do teatro moderno e inovador da televisão latino-americana.

Primeira exibição do filme ZIMBA, de Joel Pizzini no Festival ÉTV 2021

Estreia Nacional em 29/04

Zimba, Longa-metragem, 78 minutos, cor e P&B, 2021.

Teaser https://www.youtube.com/watch?v=2fEIwlTUcfI&feature=youtu.be

Zimba, selecionado para Mostra Competitiva da 26ª edição do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, que acontece entre 8 e 18 de abril de 2021. No dia 29 de abril previsto o lançamento nos cinemas com distribuição da Bretz Filmes.

 

Arte de "Pisanki"

“Pisanki”

Arte com ovos...

Tradicionalmente, os ovos são elaborados durante a última semana da Quaresma, na semana da Páscoa, para serem abençoados no Sábado de Aleluia, ocasião em que ocorre a Benção dos Alimentos, "Swieconka" Na Polônia, o ovo é um dos alimentos tradicionais na Páscoa e simboliza vida nova. Na decoração, os ovos mais utilizados são os ovos de galinha e de madeira, no entanto, podem ser utilizados ovos de outras aves como pato, ganso, codorna e avestruz. O mais antigo ovo de Páscoa polaco foi encontrado a partir do décimo século nas proximidades de Opole e Wroclaw.

Os ovos ornamentados são conhecidos sob um termo geral "pisanki", palavra derivada do verbo "pisac" que significa escrever. Considerados místicos, com poderes de cura,prosperidade e saúde, os ovos através de suas cores e desenhos simbolizam bons desejos para a vida de quem os recebe, como felicidade, amor e paz. Tradicionalmente, os ovos eram ornamentados com diversas figuras, cores e símbolos poloneses tradicionais, representando uma região da Polônia, seus costumes, sua cultura. Os desenhos eram bem variados, desde desenhos geométricos e florais, bem como os tradicionais da Páscoa. Atualmente, outros símbolos foram incorporados e, além de uma tradição pascal, passaram a ser ornamentados durante todo o ano.

fonte: internet

8 de março

Feliz Dia das Mulheres

Quaresma "Wielki Post"

Wielki Post * Quaresma
Wielki Post means literally "the Great Fast." Wielki Post significa literalmente "Grande Jejum". Lent is a time of special services, retreats, fasting and individual acts of penance. Quaresma é um tempo de serviços especiais, retiros, jejuns e atos individuais de penitência. Liquor and raucous entertainment are avoided, and very few weddings take place. Bebidas alcóolicas e entretenimento estridente sejam evitados, e muito poucos casamentos acontecem. Meat and snacks are avoided on Ash Wednesday and Fridays during this period. Carnes e lanches são evitados na quarta feira de cinzas e sextas-feiras durante esse período. For Polish Catholics, Lent is the most reflective spiritual season, a time of the church calendar cycle for prayer, fasting, almsgiving, and reflection on the mystical nature of redemption. Para os católicos poloneses, a Quaresma é a estação espiritual mais reflexiva, um tempo de ciclo do calendário da igreja para a oração, o jejum, a esmola, ea reflexão sobre a natureza mística de redenção. Specific to the Polish Roman Catholic celebration of Lent is the Lenten Lamentations, which are sung each week throughout Polonia. Específico para o polonês celebração católica romana da Quaresma é o Lamentações quaresmal, que são cantadas ajoelhado diante do Santissimo Sacramento. Quaresma começa na Quarta Feira de Cinzas.

Sub-categorias